Ajuda externa

Fernando Ulrich apela a fim das conferências da 'troika'

Fernando Ulrich apela a fim das conferências da 'troika'

 

Lusa/AO online   Economia   17 de Nov de 2011, 10:32

O presidente do BPI disse que gostava de deixar de assistir a conferências de imprensa da ‘troika' feitas por funcionários "não eleitos democraticamente", preferindo ouvir o Governo que está a fazer "um excelente trabalho".
Durante a sua intervenção no Congresso “O Imperativo do Crescimento”, organizado pela CIP - Confederação Empresarial Portuguesa, em Lisboa, Fernando Ulrich disse que ia aproveitar "ter um microfone" para deixar uma mensagem.

"Apelo para que acabem as conferências de imprensa da ‘troika'. Poupem-nos de ter de ouvir funcionários de quinta ou sétima linha não eleitos democraticamente. Venha união política que aí o meu voto conta para eleger a senhora Merkel", afirmou o presidente do BPI.

Ulrich disse que a haver uma mensagem prefere que esta seja proferida pelo Governo que está a fazer um "excelente trabalho" e especificamente pelo "ministro das Finanças", que tem "humor".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.