Assembleia Legislativa dos Açores

Deputado do PPM/A garante que vai cooperar no Parlamento regional


 

Lusa/AOonline   Regional   6 de Nov de 2008, 14:49

O recém-eleito deputado do Partido Popular Monárquico (PPM/A) pela ilha do Corvo, Paulo Estêvão, comprometeu-se a “trabalhar para a elaboração de legislação que obtenha o maior consenso político possível” na Assembleia Legislativa dos Açores.
Paulo Estêvão, que foi recebido pelo Representante da República para os Açores, no âmbito das audições aos partidos com representação parlamentar destinadas à indigitação do próximo presidente do Governo Regional, afirmou “esperar a colaboração a todas as restantes forças políticas”.

    “Seremos um partido responsável que procurará prestigiar as instituições”, adiantou o dirigente do PPM/A, que se propôs a agir para que “exista um bom funcionamento quer do Parlamento, quer do Governo Regional, apesar de existirem discordâncias políticas”.

    Adiantou, também, que tem expectativa de que “o partido vencedor das eleições (o PS) cumpra com qualidade as funções que o povo lhe confiou”.

    O Representante da República recebe ainda hoje o Bloco de Esquerda, sexta-feira o CDS/PP e o PCP/PEV, na segunda-feira o PSD e na terça-feira o PS.

    Depois de cumprida esta formalidade, determinada pelo Estatuto Político-Administrativo dos Açores, competirá à Assembleia Legislativa Regional dar posse ao executivo, de acordo com a Constituição da República Portuguesa.

    O Parlamento regional passa, pela primeira vez na sua história, a ter seis forças políticas, num total de 57 deputados.

    O PS tem 30 deputados e maioria absoluta, o PSD 18, o CDS/PP cinco, o Bloco de Esquerda dois e a CDU e o PPM um parlamentar cada.

    Apenas duas das oito forças políticas que concorreram às eleições de Outubro - MPT e PDA - não conseguiram eleger qualquer deputado.

    A abstenção atingiu os 53,2 por cento, o valor mais elevado da história nas eleições regionais, ficando muito acima dos 46,7 por cento registado no acto eleitoral anterior em 2000.

    O PS venceu a 19 de Outubro as eleições regionais dos Açores, com 49,96 por cento dos votos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.