Açoriano Oriental
Covid-19: Itália com 60 óbitos e 178 novos casos de infeção nas últimas 24 horas

Itália registou 60 mortes associadas à doença covid-19 nas últimas 24 horas, com o país a totalizar 33.475 vítimas mortais desde o início da crise sanitária em fevereiro passado, divulgou hoje a Proteção Civil italiana.

Covid-19: Itália com 60 óbitos e 178 novos casos de infeção nas últimas 24 horas

Autor: AO Online/ Lusa

No domingo, o país, um dos mais afetados pela atual pandemia do novo coronavírus, tinha contabilizado 75 óbitos diários.

Em relação aos novos contágios, o país registava hoje 178 novos casos, um número significativamente mais baixo em relação aos 355 novos casos contabilizados no domingo.

Destes novos casos, a região da Lombardia (norte do país) continua a concentrar as preocupações das autoridades italianas, ao representar quase um terço dos novos contágios.

Em termos totais, e desde o início da crise em 21 de fevereiro, Itália contabiliza 233.197 casos de pessoas infetadas pelo novo coronavírus.

Os casos ativos de infeção são, neste momento, 41.367, uma descida de 708 doentes em comparação com domingo.

Entre os casos ativos, 6.099 pessoas estão hospitalizadas com sintomas e os doentes em unidades de cuidados intensivos são 424 em todo o país.

Pessoas dadas como curadas e recuperadas são, neste momento, 158.355, com um aumento de 848 em relação a domingo.

Um dos países europeus mais afetados pela atual pandemia, a Itália iniciou, em 04 de maio, uma retoma gradual de algumas atividades económicas, após mais de dois meses de confinamento.

Desde que o novo coronavírus foi detetado na China, em dezembro do ano passado, a pandemia da doença covid-19 já provocou mais de 372 mil mortos e infetou mais de 6,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço da agência de notícias France-Presse (AFP).

Mais de 2,5 milhões de doentes foram considerados curados.

 


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.