Açoriano Oriental
Condenado a 24 anos de prisão por múltiplos crimes sexuais agravados

Um homem de 51 anos, trabalhador da construção civil, foi condenado a 24 anos de prisão pela autoria de um crime de abuso sexual de crianças agravado, três crimes de abuso sexual de menores dependentes agravado, dois crimes de violação agravada, um crime de ofensa à integridade física qualificada, um crime de perseguição, dois crimes de violação de domicílio agravado e um crime de violência doméstica.

premium
Condenado a 24 anos de prisão por múltiplos crimes sexuais agravados

Autor: Luís Pedro Silva
A decisão foi proferida pelo Juízo Central de Angra do Heroísmo e representa a pena mais elevada de sempre, aplicada nos Açores, em crimes sexuais. Apesar do arguido ter negado a autoria de todos os crimes de que vinha acusado pelo Ministério Público - mais de 300 crimes de abusos sexu...
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.