Eleições Legislativas 2019

Bloco de Esquerda acusa PS e PSD de terem ‘duas caras’

Bloco de Esquerda acusa PS e PSD de terem ‘duas caras’

 

Rui Jorge Cabral   Regional   1 de Out de 2019, 10:29

O líder parlamentar do Bloco de Esquerda (BE) na Assembleia da República, Pedro Filipe Soares, afirmou na ilha Terceira que a alteração ao subsídio social de mobilidade proposta por António Costa “fere um dos pilares do relacionamento entre a República e as Regiões Autónomas” e acusou o PS e o PSD de terem “duas caras”, uma na República e outra nas Regiões Autónomas.

Em causa está a garantia de que a mobilidade dentro do território nacional “é uma responsabilidade do Estado central”, afirmou Pedro Filipe Soares, citado em nota de imprensa quando falava numa sessão pública no âmbito da campanha do BE nos Açores para as eleições legislativas do próximo domingo, 6 de outubro.

No entender do dirigente nacional do Bloco de Esquerda, “as pessoas não devem ter que fazer adiantamentos às companhias” e “só devem pagar o que é da sua responsabilidade e depois as companhias que se entendam com o Governo da República”.

Foi nesse sentido que, recentemente, a Assembleia da República aprovou uma alteração ao subsídio social de mobilidade para a Madeira que estabelece, a partir de 2020, o preço máximo que os residentes e estudantes pagam por viagem, sendo o restante valor pago pelo Governo da República às companhias aéreas. Contudo, lamenta Pedro Filipe Soares, dois meses depois da aprovação desta proposta, António Costa reabriu a discussão por “oportunismo” e “a pensar nas eleições da Madeira”, acusou o líder parlamentar do BE.

Recorde-se que António Lima é o cabeça-de-lista do BE pelos Açores nas eleições para a Assembleia da República. Na mesma sessão, António Lima afirmou que BE é o único partido que coloca medidas concretas para os Açores no seu programa nacional, comprometendo todos os deputados eleitos com estas propostas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.