Sociedade

40 mil idosos portugueses passam fome

40 mil idosos portugueses passam fome

 

Lusa / AO online   Nacional   27 de Out de 2009, 10:48

Um inquérito alimentar realizado pela Deco revelou que existem pelo menos 40 mil idosos em Portugal sem dinheiro para comer e que o custo dos alimentos é uma das razões para estas pessoas não consumirem alimentos mais saudáveis.
Publicado na edição de Novembro da revista Proteste, da Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (Deco), o estudo resultou de um questionário enviado em Fevereiro e Março deste ano para uma amostra representativa da população, entre 65 e 79 anos, que vive em casa. Mais de 3400 idosos contribuíram com a sua experiência para o estudo.

Um quarto dos 3423 portugueses que responderam ao inquérito revelou ter uma alimentação saudável.

De acordo com o estudo, “o preço é o factor que mais decide a escolha” dos alimentos pelos idosos, sendo indicado por 64 por cento dos inquiridos, seguindo-se o sabor e a qualidade dos alimentos.

O estudo indica que 76 por cento dos portugueses têm “hábitos alimentares pouco saudáveis, os quais pioram com o avançar da idade”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.