Posto na junta de freguesia evita que Calheta perca loja CTT

Posto na junta de freguesia evita que Calheta perca loja CTT

 

Lusa/AO online   Regional   29 de Jan de 2018, 18:07

O presidente da junta de freguesia de São Pedro, em Ponta Delgada, adiantou esta segunda-feira que o acordo com os CTT vai permitir a instalação de um "posto" na junta, onde foi anunciado o encerramento de uma loja dos correios.

"A junta de freguesia de São Pedro decidiu entrar em acordo com a direção regional dos CTT para que a esmagadora maioria dos serviços prestados pela loja da Calheta fossem transferidos para um posto que funcionará na sede da junta", lê-se no comunicado enviado hoje às redações pelo autarca José Manuel Leal, após uma reunião realizada na sexta-feira passada na sede da freguesia de São Pedro.

Segundo José Manuel Leal (PSD), o posto dos CTT continuará a disponibilizar todos os serviços à exceção dos "reembolsos de passagens" aéreas durante "os primeiros tempos", e será uma alternativa para que a população não perca um "serviço essencial", salientando o acesso aos transportes e a proximidade da população.

O novo posto, vincou, "distará a uns meros 250 a 300 metros da atual localização, em vez dos quase 1.500 metros" de distância do local mais próximo dos Correios, sublinhou em comunicado.

Na reunião que decorreu no final da semana passada ficou ainda decidido "recrutar mais um administrativo", para auxiliar as duas funcionárias existentes, tendo em conta que será preciso proceder ao alargamento do horário de atendimento da junta.

"O atendimento será alargado, passando das atuais 16:00 às 19:00 locais (menos uma do que em Lisboa) para das 13:30 às 19:00 locais, tanto para questões relacionadas com a Junta como com os CTT. Na sexta está a ser estudado um horário mais diminuto de atendimento e apenas para os CTT", explica a mesma nota.

A decisão de criar um posto de CTT na sede da junta de freguesia de São Pedro surge depois de a empresa ter anunciado o encerramento da loja dos CTT da Calheta, na freguesia de São Pedro, em Ponta Delgada, nos Açores, que faz parte de um grupo de 22 lojas a fechar em todo o país.

O presidente da junta de freguesia de São Pedro, uma das 24 freguesias do concelho de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, salientou ainda que o objetivo "sempre foi a manutenção da loja CTT na Calheta" e que a aceitação da criação de um posto na sede da junta será um "mal menor" para "não deixar mal a população de São Pedro".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.