Açoriano Oriental
Obra da Escola Básica de Rabo de Peixe vai durar dois anos

Governo adjudicou a obra de requalificação da Escola Básica Integrada de Rabo de Peixe pelo valor de 13,7 milhões de euros. Trabalhos serão realizados em dois anos

article.title

Foto: GaCS
Autor: Rui Jorge Cabral

O Governo dos Açores adjudicou a empreitada de requalificação das instalações do 2.º e do 3.º Ciclo da Escola Básica Integrada (EBI) de Rabo de Peixe ao consórcio Marques, S.A./ Conduril Engenharia Açores S.A pelo valor de 13,7 milhões de euros, a que acresce o IVA à taxa legal.

A obra, que se desenvolve numa área bruta de construção de cerca de 9.000 m2, tem um prazo de execução de dois anos e, segundo refere o GACS, vai permitir dotar esta escola, com capacidade para cerca de 800 alunos, de mais espaço e de melhores condições funcionais.

O secretário regional da Educação e Cultura, Avelino Meneses, assinou ontem despacho de adjudicação da empreitada.

Da obra, consta a construção de dois pisos num único volume de configuração em “J”, que irá permitir o aumento das salas de aula, passando a escola a contar com 36 salas de aula normais.

Está também prevista a criação de novas salas para as disciplinas de Educação Visual e Tecnológica e Educação Musical, além de dois novos laboratórios.

A obra da Escola Básica Integrada (EBI) de Rabo de Peixe vai permitir ainda a criação de acessos controlados e claramente diferenciados para pessoas e viaturas, com a intenção de garantir que no interior do recinto escolar não haverá cruzamentos entre a população escolar e os automóveis para uma melhor segurança.

A escola ficará ainda dotada com uma nova cozinha e refeitório, bem como de um auditório, gabinetes de trabalho de professores e de atendimento dos encarregados de educação, áreas para a secretaria, administração e gestão da escola, além de espaços de convívio para professores e alunos.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.