Governo português presente ao "mais alto nível" nas cerimónias fúnebres


 

Lusa/AO Online   Nacional   6 de Dez de 2013, 12:43

O ministro dos Negócios Estrangeiros (MNE), Rui Machete, disse esta sexta-feira que o Governo vai estar presente "ao mais alto nível" nas cerimónias fúnebres de Nelson Mandela, falecido na quinta-feira.

 

"Haverá a presença do Governo ao mais alto nível nas cerimónias fúnebres", disse o governante aos jornalistas no parlamento, assinalando que "ainda não está decidido" quem do executivo se deslocará à África do Sul.

"Vamos ter tempo suficiente para isso", sublinhou.

Machete declarou ainda que houve unanimidade no Governo no decreto de três dias de luto nacional pela morte de Nelson Mandela.

"Esta foi uma decisão unanimemente tomada pelo Governo", realçou o MNE.

Questionado sobre as críticas de PCP e BE à votação de Portugal em 1987 nas Nações Unidas, onde votou contra uma resolução sobre o "apartheid" e a libertação de Mandela, o ministro respondeu:

“Penso que nesse caso não estava em causa a figura de Mandela, haveria razões de Estado que neste momento não posso precisar. (…) Não sei dizer quais as razões que presidiram a esse voto “, disse.

Na ocasião, o atual Presidente da República, Cavaco Silva, era primeiro-ministro de Portugal.

A morte de Nelson Mandela, aos 95 anos, foi anunciada na quinta-feira à noite pelo Presidente da República da África do Sul, Jacob Zuma, motivando de imediato uma série de reações de pesar provenientes de diversas personalidades e instituições de vários setores de todo o mundo.

 



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.