Política

Berta Cabral diz que "nada de novo se pode esperar" do governo

Berta Cabral diz que "nada de novo se pode esperar" do governo

 

Lusa/AO online   Regional   9 de Nov de 2010, 14:24

A presidente do PSD/Açores, Berta Cabral, considerou esta terça-feira que “nada de novo se pode esperar” do governo regional socialista, no poder há mais de uma década, que apresentou uma proposta de plano e orçamento “de mera continuidade”.
“Quando a situação exigia e os Açores esperavam um plano diferente, Carlos César limita-se a impor, do alto da sua maioria absoluta, um plano de fim de festa”, afirmou Berta Cabral, no discurso de encerramento das Jornadas Parlamentares do PSD/Açores.

Para a líder regional social democrata, “falta sentido estratégico, capacidade inovadora, espírito reformador”, salientando que “já não se pode esperar nada de novo” do governo regional socialista.

Nesse sentido, defendeu que apenas resta aos açorianos que “o tempo passe depressa para chegar a 2012 (altura em que se realizam eleições regionais)” e o PSD possa chegar ao poder nos Açores.

Relativamente ao plano e orçamento regional que começa a ser discutido a 23 de Novembro no parlamento açoriano, Berta Cabral, apesar de recordar que “o PS chumbou todas as propostas do PSD” no passado, assegurou que os social democratas “não desistem de apresentar propostas próprias, credíveis e exequíveis”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.