Alentejo em destaque no I Encontro da Rede Internacional de Municípios pela Cultura


 

Lusa/Ao online   Nacional   27 de Nov de 2007, 07:27

Uma delegação de 34 pessoas vai representar Portugal no I Encontro da Rede Internacional de Municípios pela Cultura, nos próximos dias 28 a 01, na história cidade mineira de São João del-Rei, capital brasileira da Cultura 2007.
O Alentejo vai estar em destaque com a apresentação de dois grupos de música de Serpa: "Rancho dos Cantadores de Aldeia Nova de São Bento" e "Os Alentejanos".

    Os participantes do evento poderão assistir também a um show luso-brasileiro-espanhol, em que a viola campaniça portuguesa, nas mãos de Pedro Mestre, se encontra com a viola caipira brasileira, animando cantores e dançarinos dos três países.

    "Vejo com muito bons olhos esta proximidade e este intercâmbio com cidades de Portugal e de outros países. É fundamental a troca de experiências para que cada uma conheça a cultura da outra", disse hoje à Lusa a secretária de Cultura de São João del-Rei, Lúcia Helena Bortolo de Rezende.

    Segundo a secretária, o objectivo do evento é focalizar questões como a diversidade cultural, o desenvolvimento e a preservação de manifestações culturais e artísticas e valorizar as culturas locais.

    O projecto da Rede Internacional de Municípios pela Cultura iniciou-se na gestão do presidente da Câmara de Serpa, João Rocha, no Festival de Cultura em 2006.

    Na altura, Portugal, Brasil, Cabo Verde, Espanha, Guatemala e Bulgária firmaram um compromisso para promover a valorização do património cultural material e imaterial através de um intercâmbio entre as suas cidades.

    Para o I Encontro da Rede Internacional de Municípios pela Cultura já estão confirmadas as presenças de políticos, agentes culturais e artistas de cidades portuguesas como Serpa e Caminha.

    Da Espanha, estarão representadas Punta Úmbria e Cortegana, e de Cabo Verde, San Vicente.

    Do Brasil, além da anfitriã São João del-Rei, estarão presentes os municípios de Outro Preto, Olinda, Congonhas, Itabira, Santa Bárbara e Itabirito e a Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais.

    Durante o evento haverá palestras, debates, espectáculos artísticos, exibição de filmes e mostra de fotografias.

    Além disso, será montado um mercado cultural, com stands onde cada cidade vai apresentar alguns traços de sua cultura.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.