Justiça

Tribunal condena homem acusado de homicídio com catana

 Tribunal condena homem acusado de homicídio com catana

 

Lusa / AO online   Regional   19 de Out de 2009, 12:03

O Tribunal de Ponta Delgada condenou esta segunda-feira a 13 anos e meio de prisão um dos três homens acusados do homicídio de um homem com golpes de catana em Setembro de 2008.
O homem, de 31 anos, tinha assumido inicialmente a autoria do crime, mas declarou-se inocente no decurso do julgamento, alegando que apenas foi envolvido no processo devido às falsas declarações do arguido mais jovem, com quem manteve um relacionamento.

Esta segunda-feira, o Tribunal de Ponta Delgada deu como provados os factos da acusação, sublinhando que o arguido "agiu alcoolizado".

Segundo o tribunal, o homem envolveu-se numa discussão com a vítima, de 50 anos, por motivos de ciúme, e acabou por matá-lo com golpes de catana na barriga, peito e cabeça.

O crime ocorreu numa casa nas imediações do Jardim António Borges, em Ponta Delgada.

O tribunal decidiu ainda absolver os outros dois arguidos neste processo, de 22 e 35 anos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.