Açoriano Oriental
"Se acreditares em ti, tudo é possível"

O surfista português Frederico Morais, que garantiu no Saquarema Pro, Brasil, uma vaga na próxima temporada do circuito principal da Liga Mundial de Surf (WSL), destacou a importância da autoconfiança para regressar à elite.

"Se acreditares em ti, tudo é possível"

Autor: Lusa/AO Online

"Estou super entusiasmado, foi preciso muito trabalho e acreditar. Quando fui eliminado no 'cut' [corte] na última temporada passei por tempos difíceis. Mas acreditei e tive a força de vontade para fazer isto tudo de novo", lançou 'Kikas' à WSL, depois de avançar para os 'oitavos' da última prova do circuito de promoção à elite.

Morais ficou no segundo lugar da oitava bateria da ronda de 32, com um total de 13,64 pontos (em 20 possíveis) nas duas melhores ondas (7,07 e 6,57), atrás do norte-americano Kade Matson (15,23) e superando o brasileiro Alejo Muniz (11,60) e o australiano George Pittar (10,77).

"Honestamente, não fazia ideia de que, se passasse esta bateria, estava qualificado. Acho que até foi melhor, e foi super especial", revelou o surfista de 31 anos.

Com a passagem à próxima fase do Saquarema Pro, o tricampeão português (2013, 2015 e 2020) cumpre o objetivo de voltar a competir na elite mundial (Championship Tour), circuito que já disputou em 2017, 2018, 2021 e 2022.

"Esta é por Portugal! Estamos de volta ao Tour e, vamos 'embora', estamos aqui para ficar. Agradeço a mim próprio por acreditar em mim. Porque, se acreditares em ti, tudo é possível, é tudo o que é preciso", vincou, agradecendo também à sua família, amigos e técnico pelo apoio.

E acrescentou: "Dei um abraço ao meu treinador, Richard, com quem trabalho há 15 anos, e ele é, basicamente, como um segundo pai para mim. Custou, mas nós conseguimos, estou super feliz, voltámos ao Tour e esse era o meu grande objetivo".

À entrada para o evento no Brasil, o sexto e último das Challenger Series (CS), após a recente prova na Ericeira (Portugal), ‘Kikas’ seguia no terceiro lugar do ranking e, com os pontos acumulados até ao momento na etapa brasileira, já tem lugar entre os melhores do mundo na próxima época.

"Vou continuar a trabalhar no duro, a acreditar, a trabalhar mais do que os outros. Eu já estive no Tour alguns anos, saí o ano passado, voltei este ano, por isso, é continuar a trabalhar e estamos para cá para mais vitórias, e mais derrotas, e viver esta vida de surfista que eu adoro", rematou.

Nos 'oitavos' do Saquarema Pro, no Rio de Janeiro, o atleta de 31 anos, ex-top 10 mundial, vai enfrentar o francês Marco Mignot.

No quadro feminino, também a portuguesa Francisca Veselko avançou hoje para a ronda de 16 do Saquarema Pro, enquanto as compatriotas Carolina Mendes e Teresa Bonvalot foram eliminadas.

'Kika', atual campeã mundial júnior, fez 8,93 pontos, num total de 20 possíveis, nas duas melhores ondas (5,00 + 3,93), sendo superada apenas pela experiente australiana Sally Fitzgibbons, com 14,67, e deixando pelo caminho a havaiana Eweleiula Wong (5,34) e Zoë Steyn (5,27).

Na segunda bateria dos oitavos de final, Veselko vai defrontar a francesa Vahine Fierro.

Carolina Mendes e Teresa Bonvalot ficaram pelo caminho, já depois de a também lusa Yolanda Hopkins ter sido afastada na véspera, ainda na ronda de 48.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados