Açoriano Oriental
Ucrânia
Rússia bloqueia 'site' dos Repórteres Sem Fronteiras após morte de jornalista

O regulador de comunicações russo, Roskomnadzor, bloqueou hoje o 'site' da organização Repórteres Sem Fronteiras, após a morte de um repórter de guerra russo na Ucrânia. 


Autor: Lusa /AO Online

Os utilizadores não podem aceder ao site rsf.org em território russo, confirmaram os meios de comunicação locais.

"O acesso ao site é restrito", afirma o serviço RKN, que informa sobre as restrições de acesso a sites na Rússia, indicou a agência noticiosa espanhola EFE. 

O Roskomnadzor, que restringiu o acesso a numerosos sítios ocidentais nos últimos dois anos, não especificou o motivo da sua decisão.

A Rússia acusou a Ucrânia de visar deliberadamente os seus jornalistas, na sequência da morte, na sexta-feira, do correspondente de guerra do Izvestia russo, Semyon Yeremin, quando fazia uma reportagem na região ucraniana de Zaporijia.

"Quanto ao facto de o exército ucraniano visar deliberadamente os jornalistas russos, isso é verdade", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, à estação de televisão.

Yeremin, que enviou a sua última reportagem na quarta-feira, morreu devido a ferimentos sofridos num ataque de um drone ucraniano.

A porta-voz do Minstério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Maria Zakharova, considerou tratar-se de "um crime sangrento" por parte do regime do Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky.

"Consideramos este assassinato a sangue-frio de um jornalista como mais uma confirmação da feia natureza terrorista do regime de Zelensky", disse Zakharova, citada no 'site' do Izvestia.

Zakharova acusou Kiev de ter lançado "uma verdadeira caça aos representantes dos meios de comunicação social russos, oficiais militares e figuras públicas que, com as suas reportagens, comentários e publicações, revelam a verdade à comunidade mundial".

Em julho de 2023, Rostislav Zhuravliov, correspondente de guerra da agência noticiosa oficial russa RIA Novosti, também foi morto em Zaporijia quando o carro em que viajava foi atacado.

Três outros repórteres russos ficaram feridos no ataque, que ocorreu quando viajavam entre a cidade de Vasilyevka e a aldeia de Vladimirivka.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados