Média

PPM propõe tutela dupla e financiamento partilhado da RTP/Açores

PPM propõe tutela dupla e financiamento partilhado da RTP/Açores

 

Lusa/AO online   Regional   26 de Out de 2011, 17:39

O presidente e deputado regional do PPM/Açores, Paulo Estêvão, propôs a realização de negociações entre os governos regional e nacional para o estabelecimento de uma dupla tutela e financiamento partilhado da RTP/Açores.
Paulo Estêvão, que vai apresentar um projecto de resolução nesse sentido na Assembleia Legislativa dos Açores, considerou que esta solução é a única via possível para sair do “impasse” em que se encontra o canal público de televisão nos Açores.

“O Governo Regional não quer assumir uma parte do financiamento da RTP/Açores e o Governo da República outorga-se o direito de decidir o que bem entender enquanto tiver de suportar sozinho o esforço financeiro do canal”, frisou Paulo Estêvão, advertindo que a redução da produção própria da RTP/Açores para uma emissão de quatro horas diárias põe em risco a televisão açoriana.

Questionado sobre a decisão do executivo açoriano de recorrer aos tribunais para obrigar a RTP a garantir o cumprimento das obrigações de serviço público de televisão no arquipélago, Paulo Estevão, que é também líder nacional do PPM, manifestou dúvidas quanto à eficácia da iniciativa, alegando a demora dos processos judiciais.

Para Paulo Estevão, o Governo Regional “está a criar um conflito sem saída”, considerando, por outro lado, que o ministro com a tutela da comunicação social, Miguel Relvas, revela uma “perspectiva completamente centralista”.

Nesse sentido, salientou que Miguel Relvas revelou uma "arrogância sem limites" no encontro que teve na segunda-feira em Lisboa com uma delegação do parlamento açoriano.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.