Orçamento de Vila do Porto para 2019 ascende a mais de 6 ME

Orçamento de Vila do Porto para 2019 ascende a mais de 6 ME

 

Lusa/AO Online   Regional   17 de Dez de 2018, 18:15

O orçamento para 2019 da Câmara de Vila do Porto, na ilha de Santa Maria, foi aprovado pela maioria social-democrata, totalizando o documento 6,4 milhões de euros, adiantou o presidente da autarquia.

“O orçamento para o próximo ano é de cerca de 6,4 milhões, menos cerca de dois milhões de euros do que este ano, o que tem a ver com candidaturas de obras com apoio de fundos comunitários”, afirmou Carlos Rodrigues, autarca do PSD, adiantando que o documento foi aprovado em Assembleia Municipal com os votos a favor dos social-democratas e do BE, e abstenção do PS.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da autarquia açoriana sustentou que uma grande parte do orçamento se destina "à área da educação", elencando, por exemplo, uma obra de "350 mil euros que vai ser adjudicada para recuperar a escola do primeiro ciclo de Vila do Porto", mantendo ainda em 2019 a câmara a atribuição de bolsas de estudo para 15 alunos do ensino superior.

"Vamos manter o apoio à habitação degradada e às famílias carenciadas para pequenas obras, assim como o apoio para ajudar na aquisição de medicamentos aos idosos e na mobilidade em transportes públicos", frisou o autarca da ilha de Santa Maria.

Carlos Rodrigues sublinhou que o documento para 2019 contempla também o apoio às 37 associações culturais e desportivas, salientando que se trata de "um investimento e não um custo", porque estão em causa "grandes festivais" que ocorrem na ilha, como o Santa Maria Blues, o Maia Folk, a Maré de Agosto - festival musical que se realiza anualmente em agosto na Praia Formosa, e é o mais antigo do pais sem interrupções - e o rali.

O autarca adiantou que o documento tem também "uma verba incluída para um estudo com vista à possível captação de água" para melhorar o abastecimento à freguesia de Santo Espírito, indicando que a autarquia quer também estabelecer uma parceria com a elétrica açoriana (EDA) para "melhorar a iluminação pública no centro de Vila do Porto".

Além do apoio às juntas de freguesia, cujas transferências "têm vindo em crescendo", Carlos Rodrigues sublinhou que em 2019 vão manter-se os orçamentos participativo, este dotado de uma verba de 50 mil euros, e o jovem, acrescentando que a autarquia pretende adquirir um miniautocarro elétrico caso seja possível candidatar a apoios comunitários.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.