Mulher encontrada viva em poço passados 15 dias de ter desaparecido


 

Lusa/AO online   Internacional   18 de Set de 2013, 10:26

Uma mulher chinesa foi encontrada viva depois de ter ficado 15 dias presa num poço, tendo-se alimentado de espigas de milho e água da chuva, revelou a imprensa chinesa.

Su Qixiu, 38 anos, foi encontrada no fundo do poço de uma zona rural da província de Henan, centro da China, noticiou o “Dahe Daily”.

O poço, escondido no campo de milho e tapado pelas plantas, tem apenas um metro de diâmetro e quatro metros de profundidade, mas as suas paredes lisas impediram a saída da mulher.

Su Qixiu estava “bastante magra” quando foi encontrada pelos bombeiros que a retiraram do local.

Fotos colocadas on-line retratam a operação de salvamento.

A sobrevivente comeu milho cru que carregava quando caiu no poço e bebeu água da chuva.

A família de Su Qixiu procurou a mulher durante vários dias depois desta ter saído para recolher ervas medicinais, mas não conseguiu encontra-la.

Foram outros residentes na localidade que acabariam por a encontrar quando ouviram os seus pedidos de socorro enquanto colhiam o milho.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.