Gripe A H1N1

Linha Saúde 24 reforça devido aumento das chamadas

Linha Saúde 24 reforça  devido aumento das chamadas

 

Lusa/AO Online   Nacional   6 de Nov de 2009, 16:43

A Linha de Saúde 24 reforçou a equipa com mais 50 enfermeiros devido ao "forte aumento" das chamadas relacionadas com a Gripe A, anunciou hoje aquele serviço do Ministério da Saúde.

Com os 50 novos enfermeiros, que vão trabalhar no Centro de Atendimento de Coimbra, a equipa da Linha de Saúde 24 passa a contar com mais de 800 profissionais, adianta o serviço, em comunicado.

Segundo a Linha de Saúde 24, o aumento da procura duplicou a partir do final do mês de Outubro, atingindo na passada segunda-feira o máximo com 15 300 chamadas.

O serviço sublinha que os 50 enfermeiros vão integrar o Centro de Atendimento de Coimbra, que com a recente ampliação vai duplicar a capacidade, passando a ter um total de 160 profissionais para os 100 postos de trabalho.

Segundo dados da Direcção-Geral de Saúde (DGS), 70 por cento das pessoas que ligam para a Linha Saúde 24 têm menos de 30 anos e a maioria são mulheres.

O Ministério da Saúde tem apelado aos cidadãos que, em caso de sintomas de gripe, liguem de imediato para o 800 24 24 24 e sigam as indicações que lhes são dadas.

Durante o mês de Outubro, a Linha de Saúde 24 atendeu cerca de 80 mil chamadas relativas a síndrome gripal.

Na semana de 26 de Outubro a 01 de Novembro, foram observados nos serviços de saúde 7110 doentes com sintomas gripais, independentemente dos vírus em causa - mais 2378 do que na semana anterior, refere o Ministério da Saúde no balanço semanal publicado no Portal da Saúde.

Estiveram internados 63 doentes, dos quais nove em unidades de cuidados intensivos, e uma criança de 10 anos, portadora de doença cardíaca e infectada pelo vírus H1N1, morreu no Hospital D. Estefânia, em Lisboa.

No mesmo período, foram registados focos de infecção por gripe A (H1N1) em 60 escolas do país, mais 53 do que na semana anterior.

A maioria dos novos casos diagnosticados não apresentou gravidade clínica.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.