Jovem treinador-adjunto do Lusitano de Vildemoinhos morre durante treinos


 

Lusa / AO online   Futebol   27 de Set de 2007, 15:32

A morte de um jovem treinador-adjunto do Lusitano de Vildemoinhos, Viseu, António Marco Salgueiral, na noite de quarta-feira, durante os treinos da equipa, gerou um clima de pesar generalizado na localidade.

Consternação é a palavra mais utilizada pelos adeptos do Lusitano de Vildemoinhos e populares desta localidade na periferia de Viseu para sintetizar o clima que hoje ao fim da manhã se vivia por causa da morte de Marconi, como também era conhecido o ex-futebolista de 27 anos que esta época passou a adjuvar o técnico principal da equipa.

Marconi, segundo os relatos de colegas de equipa, "caiu" para o chão pouco passava das 20:00 e quando a Viatura Médica de Emergência e Reanimação do INEM chegou ao local "já não tinha sinais de vida", contaram à Lusa dois atletas do Lusitano de Vildemoinhos, próximo do campo dos Trambelos, onde teve lugar a morte do jovem.

Logo após ter caído, foi-lhe prestado o socorro possível, nomeadamente com manobras de reanimação, mas sem resultado.

O corpo de António Marco Salgueiral foi transportado para o Hospital de São Teotónio, Viseu, onde ainda se encontra para a realização da autópsia, que será feita por médicos do Instituto de Medicina Legal(IML) de Coimbra por esta especialidade não existir no São Teotónio.

O funeral, disse à Lusa fonte do clube onde Marconi foi atleta e treinador-adjunto, deverá ter lugar na sexta-feira.

Ainda de acordo com fontes do clube, o jovem terá sido vítima de um ataque cardíaco, embora a informação que existe no clube é que este terá realizado exames médicos há cerca de um ano dos quais nada sobressaiu que pudesse perspectivar este desfecho.

No momento do presumível ataque cardíaco, o técnico do Lusitano de Vildemoinhos não estava a fazer quaisquer exercícios que exigissem esforço físico.

No entanto, o jovem, considerado um bom futebolista, deixou de praticar a modalidade na época passada aos 27 anos, idade onde normalmente se mantêm as potencialidades para a prática do futebol, e, segundo disseram à Lusa pessoas que conheciam Marconi, este teria sentido, nos últimos tempos, umas "pontadas no coração".

Lembram ainda um episódio ocorrido durante uma partida no ano passado em que este se terá sentido mal.

Marconi deixa a mulher grávida de cinco meses.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.