Jaime Gama avisa deputados que "são eleitos" para comparecer às reuniões

Jaime Gama avisa deputados que "são eleitos" para comparecer às reuniões

 

Lusa/AO Online   Nacional   10 de Dez de 2008, 10:45

O Presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, recusou hoje mudanças no regimento por causa das faltas às votações e avisou os deputados que “são eleitos” para comparecer às reuniões plenárias e das comissões.

   “Vejo a necessidade básica de haver sentido do dever, cumprimento dos mandatos, assiduidade. Ser deputado não é beneficiar de um direito, é contrair um dever para com os eleitores”, disse Jaime Gama, questionado sobre eventuais alterações ao regimento da Assembleia.

    A Assembleia funciona com base no regimento e noutras disposições adoptadas, com “regras de transparência”, afirmou Jaime Gama, advertindo os deputados que “devem comparecer às reuniões plenárias e às reuniões das comissões”.

    “É para isso que são eleitos”, disse à saída da conferência de líderes parlamentares.

    Nas votações de sexta-feira poderia ter sido aprovado um projecto de resolução do CDS-PP que recomendava ao Governo a suspensão da avaliação dos professores, não fossem as ausências de deputados da oposição.

    Uma contagem de votos durante a votação de um projecto do CDS-PP revelou a ausência no hemiciclo de 48 deputados, 13 do PS e 35 da oposição, dos quais 30 do PSD, três do CDS-PP, um do PCP e um dos Verdes.

    Contudo, a página do Parlamento na Internet indicava terça-feira apenas 35 ausências, das quais 12 do PS, 20 do PSD, duas do CDS-PP e uma do PCP.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.