IlhaTerceira deverá retomar ligações aéreas diretas a Madrid em outubro

IlhaTerceira deverá retomar ligações aéreas diretas a Madrid em outubro

 

Lusa/Ao online   Regional   31 de Mar de 2019, 10:50

A ilha Terceira deverá ter novamente uma ligação aérea direta à capital espanhola, Madrid, a partir de outubro, adiantou este sábado a secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo dos Açores, Marta Guerreiro.

“Estamos a finalizar os termos de um concurso para estimular a retoma da operação turística direta de Espanha para a Ilha Terceira, já em outubro deste ano, bem como outras formas de potenciar, em paralelo, o desenvolvimento de fluxos turísticos indiretos deste mercado, em ambos os casos, através de apoios a planos de marketing e promoção”, afirmou, citada numa nota do Gabinete de Apoio à Comunicação Social do Governo Regional.

A governante falava, em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, no âmbito das Jornadas Técnicas da Confederação Espanhola de Agentes de Viagem, organizadas em parceria com a Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo.

O mercado espanhol é o terceiro maior mercado estrangeiro nos Açores e o maior mercado estrangeiro na ilha Terceira, de acordo com os dados oficiais do número de dormidas.

“A nível regional, foram registadas mais de 162 mil dormidas de turistas espanhóis, representando um acréscimo de 39% em dois anos, e, nesta ilha, registaram-se mais de 53 mil dormidas, 14% das suas dormidas totais”, salientou Marta Guerreiro, alegando que ainda há margem para “crescer junto de um mercado tão importante”.

Num encontro que juntou na ilha Terceira cerca de 100 participantes, entre agentes de viagem, operadores turísticos e jornalistas, Marta Guerreiro disse esperar que o concurso seja “potenciado” pelos operadores deste mercado, “num esforço conjunto de continuar a colocar a ilha Terceira e os Açores no mapa dos destinos turísticos que propiciam experiências únicas em natureza, assim como elevados índices de bem-estar”.

A ligação aérea direta entre a Terceira e Madrid, operada pela Portugal Tours e inicialmente efetuada pela companhia aérea açoriana Azores Airlines, foi suspensa em outubro de 2017 e retomada em dezembro do mesmo ano com a companhia aérea Air Europa.

A operação, que se realizava uma vez por semana, terminou em outubro de 2018 e não foi renovada, o que motivou críticas da oposição e de empresários locais.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.