Governo dos Açores investe três milhões de euros nos Centros de Saúde de São Jorge

Governo dos Açores investe três milhões de euros nos Centros de Saúde de São Jorge

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   22 de Jan de 2019, 18:07

O secretário regional da Saúde afirmou, esta terça-feira, que o investimento nos Centros de Saúde das Velas e da Calheta, em São Jorge, no valor de três milhões de euros, mudará por completo a face dos cuidados primários prestados à população da ilha.

Rui Luís falava na assinatura do contrato de empreitada da obra de intervenção do Centro de Saúde das Velas, cerimónia presidida pelo Presidente do Governo, Vasco Cordeiro.


Na sua intervenção, Rui Luís referiu, citado em nota do executivo, que este investimento “irá garantir melhores condições de trabalho aos profissionais, e mais e melhores cuidados de saúde a todos aqueles que necessitam de recorrer a estes serviços”.


As alterações previstas para o Centro de Saúde das Velas incluem a reorganização e ampliação do espaço, com uma maior incidência no Serviço de Urgência, nos serviços de Internamento e Fisioterapia e no aumento do número de gabinetes médicos e de enfermagem.


O secretário regional salientou que os dois investimentos no setor da Saúde em São Jorge se enquadram na estratégia regional que concretiza uma forte aposta no investimento em estruturas físicas do Serviço Regional de Saúde.


“Além dos investimentos nas Velas e na Calheta, o Governo já avançou com a requalificação do Centro de Saúde de Santa Cruz das Flores, com a segunda fase do Corpo C do Hospital da Horta, com a construção de raiz da Unidade de Saúde de Ilha do Faial e com a remodelação do Centro de Saúde das Lajes do Pico”, concretizou.


Rui Luís afirmou que o reforço em infraestruturas do Serviço Regional de Saúde nos últimos sete anos ascende a 56 milhões de euros, sendo que, ao longo deste mandato, serão investidos mais 15 milhões de euros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.