Prevenção Rodoviária

Governo apela a condução segura no Natal

Governo apela a condução segura no Natal

 

Lusa / AO online   Regional   22 de Nov de 2007, 15:21

O Governo Regional iniciou a distribuição de 92 mil desdobráveis junto das casas dos açorianos, a apelar para uma condução segura no período de Natal no arquipélago, onde já se registaram este ano 2.947 acidentes.
Na apresentação da Campanha de Prevenção Rodoviária para a época do Natal, o secretário regional da Habitação e Equipamentos sublinhou que, apesar do decréscimo do número de vítimas nos últimos anos nas estradas açorianas, "é essencial uma atitude preventiva" para evitar comportamentos de risco em períodos mais críticos, como as festas que se aproximam.

Dados que José Contente avançou indicam que se registaram nos Açores, até final do terceiro trimestre deste ano, um total de 2.947 acidentes, dos quais resultaram 722 feridos e 15 mortos.

"O ano de 2006 revelou-se como o mais positivo em termos de diminuição dos níveis de sinistralidade rodoviária na região, tendo-se registado 3.811 acidentes rodoviários, contra 3.938 em 2005", acrescentou José Contente.

Os dados do Comando Regional da PSP dos Açores indicam, ainda, que o número de mortos nas estradas da região diminui de 19 em 2005 para 18 em 2006.

Apesar do decréscimo do número de vítimas, o governante sublinhou que a campanha hoje iniciada constitui "mais um passo na educação para a consciência cívica colectiva", num arquipélago "isento de graves acidentes".

"Esta atitude preventiva pretende chamar a atenção dos cidadãos e condutores muito tempo antes de se entrar no período de Natal", reforçou José Contente, lembrando que uma condução segura permite defender a vida de quem circula nas estradas e a segurança global, constituindo "um exemplo para o país".

Esta campanha consta da distribuição, via correio, de 92 mil desdobráveis, onde se apela a um Natal sem excesso de velocidade, com ilustrações de um conta-quilómetros de uma viatura e sinalizações dos limites de velocidade.

O secretário regional da Habitação e Equipamentos adiantou ainda que, paralelamente a esta iniciativa, a PSP vai reforçar este apelo, para que se evitem consequências graves resultantes de alguns comportamentos de maior risco, caso de manobras perigosas e excesso de velocidade.

O Comandante Regional da PSP nos Açores, superintendente Vaz Antunes, avançou que "estão a ser estudas formas de actuação" para a época de Natal, propícia a uma maior concentração de pessoas e circulação automóvel.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.