Falha da SATA deixa em terra doente com AVC

Falha da SATA deixa em terra doente com AVC

 

Luis Pedro Silva   Regional   6 de Nov de 2009, 09:04

Um homem com um acidente vascular cerebral (AVC) necessitou de aguardar várias horas para ser transportado pela Força Aérea.

Uma situação ocorrida na passada quarta-feira, na Ilha das Flores e que devido a uma falha "no sistema interno  de comunicação da Sata" o doente acabou por não ser transferido para o Hospital de Ponta Delgada. A transportadora assumiu que o avião iria instalar uma maca e oxigénio num voo entre Flores e Ponta Delgada, mas a maca foi retirada no aeroporto da Horta, antes de chegar à ilha das Flores, segundo avançou a RDP/Açores.
Apenas quando o avião chegou às Flores foi diagnosticado o erro, quando o paciente com o AVC já estava no aeroporto, preparado para iniciar a viagem para o Hospital Divino Espírito Santo.
Foi então necessário solicitar um transporte de urgência, com recurso à Força Aérea, para garantir a deslocação até Ponta Delgada.
A SATA assumiu a ocorrência de uma falha, que motivou “a instauração de um processo de inquérito para apuramento de eventuais responsabilidades disciplinares e/ou  alteração de procedimentos, tendo em conta o impacto que uma falha dessa natureza tem na qualidade de serviço prestado pela SATA”, referiu a empresa num comunicado.
José Gamboa, assessor de imprensa da SATA, indicou também que os procedimentos internos da empresa vão ser alvo de uma reformulação com o objectivo de evitar a repetição desta situação para impedir que aconteça uma nova falha em situações de urgência clínica.
Segundo as informações recolhidas pelo Açoriano Oriental o paciente encontra-se internado no Hospital do Divino Espírito Santo, em observação no serviço de Neurologia.
A ocorrência de um AVC é considerada uma emergência médica e tem tratamento se o paciente for rapidamente encaminhado para um hospital adequado, situação que foi prejudicada neste caso devido à falha no transporte aéreo deste paciente nas Flores.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.