Cavaco reconhece dúvidas sobre resultado de sacríficios

Cavaco reconhece dúvidas sobre resultado de sacríficios

 

Lusa/AO Online   Nacional   19 de Out de 2011, 11:23

O Presidente da República reconheceu hoje que subsistem "naturalmente dúvidas" sobre o resultado dos sacrifícios que estão a ser exigidos e questionou se os "limites" já não terão sido ultrapassados em alguns casos, como relativamente aos pensionistas.

"Eu não sei se nalguns casos, principalmente dos pensionistas, por aquilo que me chega à Presidência da República, estes limites não podem já ter sido ultrapassado", afirmou o chefe de Estado, quando questionado sobre a razão que o levou a repetir que "há limites para os sacrifícios" na intervenção que tinha feito minutos antes na abertura do IV Congresso dos Economistas.

No discurso, o Presidente da República admitiu que o cumprimento dos compromissos estabelecidos com a ´troika' "encerra dificuldades e sacrifícios que não podem ser ignorados" e que suscitam dúvidas, desde logo a interrogação sobre se os sacrifícios que estão a ser exigidos "valem a pena" e se conduzirão o país a "bom porto".

"A resposta a estas interrogações não é incondicional: subsistem naturalmente dúvidas sobre o resultado do caminho que percorremos atualmente, até porque o sucesso, em boa parte, não depende só de nós. Depende da conjuntura internacional e da capacidade que a União Europeia demonstrar para resolver a crise financeira da zona Euro", sustentou o chefe de Estado.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.