Brisa pré-qualificada para concurso na Austrália

Brisa pré-qualificada para concurso na Austrália

 

Lusa / AO online   Economia   16 de Nov de 2007, 18:59

A Brisa - Auto-estradas de Portugal integra um consórcio que foi pré-qualificado para um concurso para construção e exploração de uma auto-estrada na Austrália, num investimento da ordem dos 1,9 mil milhões de euros
Esta informação foi hoje dada pelo administrador financeiro da concessionária, João Azevedo Coutinho, no decorrer do “dia do investidor” da empresa, disse à agência Lusa um dos participantes no encontro.

O consórcio, denominado North Connect Consortium, integra a Brisa, a accionista da concessionária portuguesa Babcock & Brown e, ainda, a Bilfinger-Berger, parceiro na Brisa nos concursos para a Polónia.

A auto-estrada a concurso tem cerca de 7 quilómetros de extensão e liga a cidade de Brisbane ao aeroporto local.

A concessão tem um prazo de 46 anos e espera-se que a decisão sobre o vencedor seja tomada até ao final do primeiro trimestre do próximo ano.

A Ásia e a Austrália não são, à partida, regiões prioritárias para a Brisa, que estabeleceu escritórios para os mercados dos Estados Unidos da América e para o Leste europeu.

Além disso, participa em concursos na Rússia e mantém a sua actividade na América Latina concentrada na Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR), de que é accionista.

No entanto, João Azevedo Coutinho admitiu, a 7 de Novembro, a possibilidade de analisar propostas concretas provenientes da região asiática, onde a Babcock participa em diversos negócios.

"Eles poderão cativar-nos para projectos", referiu.

A Babcock & Brown detém 10 por cento do capital da Brisa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.