Açoriano Oriental
"Aposta na qualidade, inovação e sustentabilidade é o caminho certo para se valorizar mais toda a fileira do leite"

O secretário regional da Agricultura e Florestas afirmou que continuar a apostar na qualidade e na inovação, bem como potenciar e transformar em oportunidades a sustentabilidade ambiental e o bem-estar animal é o caminho certo para se conseguir valorizar mais toda a fileira do leite nos Açores, tornando-a muito mais competitiva.

article.title

Foto: GaCS/RM
Autor: Susete Rodrigues/AO Online

Citado em nota do Gacs, João Ponte, afirmou que "os Açores têm condições excecionais para a produção de leite natural de grande qualidade, em virtude de terem oportunidade para que o pastoreio das vacas ocorra 365 dias por ano nas pastagens. Este é um facto que a indústria tem que aproveitar e transformar numa vantagem competitiva”.


O governante, que falava quinta-feira à margem de uma visita à BEL, na Ribeira Grande, no âmbito da visita do Governo dos Açores à ilha de São Miguel, considerou que a empresa constitui um “bom exemplo” de uma indústria que tem apostado na inovação, na procura de novos mercados, na comunicação muito forte e na valorização do leite entregue pelos produtores.


Nos Açores, além de São Miguel, também na ilha Terceira já há projetos ligados à produção de leite biológico.


O secretário regional da Agricultura e Florestas também visitou a exploração de um dos quatro produtores de São Miguel que estão em processo de reconversão para a produção leiteira em modo biológico.



“É um exemplo de abertura, visão e cooperação entre produtores e indústria que importa replicar”, disse João Ponte, alegando que “a aposta na produção de leite biológico é estratégica para os Açores”.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.