Liga Portuguesa

Sporting regressa às vitórias caseiras

Sporting regressa às vitórias caseiras

 

Lusa/AO   Futebol   30 de Nov de 2008, 21:10

O Sporting derrotou o Vitória de Guimarães, por 2-0, e voltou a vencer em casa para a Liga à 10ª jornada
O Sporting derrotou o Vitória de Guimarães, por 2-0, e voltou a vencer em casa para a Liga à 10ª jornada, depois de ter perdido os dois últimos encontros disputados em Alvalade.
Depois da eliminação da Taça perante o FC Porto, da derrota com o Leixões (1-0) e da goleada sofrida na quarta-feira frente ao FC Barcelona (5-2), os “leões” bateram os vimaranenses com golos marcados no início, por Hélder Postiga (08) e Liedson (21).
Com o sgeundo triunfo consecutivo no campeonato - após o sucesso no terreno da Naval com um golo de Liedson (1-0) -, o Sporting subiu ao terceiro posto, enquanto o Vitória de Guimarães continua no 10º lugar e somou o sexto encontro consecutivo sem vencer. 
Apesar de não ter feito uma grande exibição, o Sporting fez o suficiente para vencer um Vitória de Guimarães sem imaginação e muito longe da qualidade demonstrada na última temporada, que terminou na terceira posição.
Sem poder contar com os lesionados Abel, Tonel, Rochemback e Pedro Silva e os castigados Caneira e Derlei, o treinador do Sporting, Paulo Bento, foi obrigado a fazer recuar Pereirinha para a lateral direita, dando o seu lugar ao russo Marat Izmailov.
Em relação à pesada derrota com o Barcelona, Paulo Bento fez apenas mais uma alteração, com Hélder Postiga a substituir Yannick como companheiro de Liedson no ataque.
Também com muitos problemas de lesões e castigos, o treinador do Vitória de Guimarães, Manuel Cajuda, teve de recorrer ao júnior Vítor Bastos para fazer dupla de centrais com Gregory, uma vez que Danilo e Sereno estão lesionados e Moreno castigado.
O Sporting entrou bem no encontro e adiantou-se no marcador logo aos oito minutos, por Hélder Postiga, que recebeu um excelente passe de João Moutinho e, de primeira, bateu Nilson.
O Vitória de Guimarães, que actuava sem ponta-de-lança, sentia grandes dificuldades para criar lances de ataque, mas até poderia ter chegado ao empate aos 13 minutos, quando Marquinho passou por Grimi e cruzou para a área, onde Nuno Assis falhou por pouco o pontapé de bicicleta.
O Sporting dominava tranquilamente o encontro, mesmo sem criar grande perigo, e acabaria por chegar ao segundo golo, num lance de contra-ataque, em que Romagnoli surgiu solto na esquerda e colocou a bola em Liedson, que beneficiou do corte falhado de Mohma para marcar o terceiro golo no campeonato e igualar Postiga.
No seu melhor período na primeira parte, os vimaranenses poderiam ter reduzido aos 36 minutos, mas, depois de ter passado por Polga, Marquinho, isolado, atirou ao lado.
Na primeira parte, destaque ainda para dois lances polémicos, o primeiro logo aos dois minutos, com Izmailov a cair na área depois de sofrer um toque de Mohma, e o segundo aos 31, numa jogada em que Rui Patrício parece segurar Gregory, mas, em ambos os casos, o lisboeta Duarte Gomes nada assinalou.
A qualidade de jogo na segunda parte diminui e, nos primeiros 20 minutos, apenas por uma vez a bola andou perto das áreas, em remates de longe de João Alves (59 minutos) e Ronny (65), a que responderam bem Rui Patrício e Nilson, respectivamente.
Aos 71 minutos, mais um lance polémico em Alvalade, com Hélder Postiga a rematar para defesa de Nilson, que, contudo, deixa a bola fugir para dentro da baliza. O árbitro auxiliar pareceu preparar-se para assinalar o golo e dirigir-se para o meio-campo, mas acabou marcar apenas canto.
Depois de não concedido pela equipa de arbitragem, o terceiro golo esteve muito perto de surgir já em período de compensação, num tiro cruzado de Izmailov, mas a bola saiu a poucos centímetros do poste esquerdo da baliza de Nilson.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.