Portas do Mar

Sazonalidade provoca dispensas em lojas

Sazonalidade provoca dispensas em lojas

 

Luís Pedro Silva   Regional   15 de Out de 2008, 11:05

Os empresários das Portas do Mar não escapam à sazonalidade e são obrigados a dispensar funcionários. A maioria elabora planos individuais para atrair clientes nos meses mais frios

Alguns empresários com lojas nas Portas do Mar, sobretudo no sector da restauração, tiveram de dispensar  funcionários com o início da época baixa para o turismo na Região.
A elevada sazonalidade deste sector motiva a aplicação desta medida de gestão pelos empresários, que recorrem sobretudo a jovens estudantes para aumentar o número de funcionários durante o Verão.
O Açoriano Oriental contactou, ontem, diversos empregados, gerentes e proprietários de espaço comerciais nas Portas do Mar, verificando que em especial o sector da restauração procedeu a uma reestruturação do quadro de funcionários com a diminuição da afluência de clientes.
Ventura Soares, proprietário do Doris Bar, é um dos responsáveis que   necessitaram de proceder a alterações no quadro de pessoal .
O procedimento é encarado com normalidade, devido à existência de “picos elevadíssimos na sazonalidade deste trabalho”, garante o empresário.
A gerente da loja Sport Dream, dedicada ao comércio de roupa desportiva, reconhece que existe uma diminuição de pessoas nas Portas do Mar, podendo originar a saída de um funcionário.
“Nós estamos a lutar contra uma possível caducidade do contrato, mas pretendemos manter todos os elementos da loja, porque é importante desenvolver o comércio”, destacou.
Fernando Gonçalves, proprietário de uma loja de perfumes e estética, indica que neste estabelecimento não está prevista a saída de nenhum funcionário.
O empresário considera que é importante apostar na qualidade e diversidade dos produtos para se garantir a atenção dos clientes, sublinhando que o turismo de cruzeiros não provoca grandes alterações no ritmo de vendas da loja de perfumes e estética.

Preparar época baixa
A diminuição do número de clientes era previsível para a maioria dos empresários que pretende desenvolver novas estratégias para continuar a atrair pessoas às portas do Mar.
A loja Sport Dream, gerida por Carina Soares, vai implementar dias temáticos, dedicados a promoções na venda de T-shirts.
O Doris Bar vai introduzir receitas tradicionais na ementa e reforçar a animação cultural.
A principal dificuldade dos empresários, neste momento, é cumprir  os elevados custos fixos das lojas, que aumentam este ano, pelo facto do espaço apenas ter sido inaugurado a 5 de Julho.
 “O investimento nas Portas do Mar não poderá ser analisado mensalmente, mas sim anualmente. A melhor altura para se iniciar as Portas do Mar seria no final de Abril, porque agora os empresários vão necessitar de disponibilizar muito capital durante o Inverno”, indica Ventura Soares.
Ambos esperam que a chegada de um cruzeiro hoje,  com 2900 passageiros e 1000 tripulantes, que ficará em Ponta Delgada entre as 08h00 e 15h00, possa constituir mais uma oportunidade para aumentarem os seus rendimentos durante a época baixa.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.