Liga de Honra

Santa Clara empata na Trofa e está a um ponto da liderança

Santa Clara empata na Trofa e está a um ponto da liderança

 

Lusa/AO   Futebol   11 de Nov de 2007, 15:10

Trofense e Santa Clara empataram a uma bola, com golos apontados nos últimos oito minutos, em jogo da 10ª jornada da Liga de Honra de futebol.

O Trofense adiantou-se no marcador aos 82 minutos, com um golo de Reguila, e, aos 88, foi a vez de Júlio César marcar para os visitantes, estabelecendo o resultado final do encontro.
A equipa da casa somou o terceiro o empate consecutivo na Liga de Honra, enquanto a equipa açoriana regressou aos pontos, depois de duas derrotas nas últimas duas jornadas da prova.
O Trofense deu o primeiro sinal de perigo aos 18 minutos, mas Pinheiro não aproveitou uma defesa incompleta de Fernando, rematando por cima da baliza do Santa Clara.
A resposta da formação insular chegou à passagem da meia hora de jogo, através de Júlio César, que rematou com perigo para a baliza do Trofense, mas falhou o alvo.
O perigo voltou a rondar a baliza dos da casa já perto do intervalo, aos 41 minutos, quando Henrique surgiu solto na área do Trofense, cabeceando à figura de Paulo Lopes.
A segunda metade trouxe ainda mais emoção ao encontro, com o Trofense a mostrar-se mais atrevido junto da área contrária: aos 66 minutos, um bom entendimento com Fábio Paim permitiu a Reguila ganhar um espaço privilegiado perto da baliza do Santa Clara, mas o remate forte acabou por sair por cima.
Reguila voltou a ameaçar por mais duas ocasiões, até conseguir alcançar o ambicionado golo aos 82 minutos, surgindo isolado na cara de Fernando para atirar sem hipóteses para o guarda-redes do Santa Clara.
A formação orientada por Paulo Sérgio reagiu seis minutos depois, através de um pontapé de canto, concluído com sucesso por Júlio César, que restabeleceu o empate e selou o resultado final do jogo.
Nos minutos finais da partida, duas ocasiões para cada lado: primeiro com Edu Souza a cabecear ao poste da baliza do Santa Clara e, logo depois, através de Júlio César surgir em boa posição mas a não conseguir marcar para os açorianos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.