Sá Pinto quer vencer Santa Clara sem sofrer golos

Sá Pinto quer vencer Santa Clara sem sofrer golos

 

Lusa/AO IOnline   Futebol   27 de Out de 2019, 22:05

O treinador do Sporting de Braga disse querer vencer o Santa Clara sem sofrer golos, no fecho da oitava jornada da I Liga de futebol, mas frisou que o mais importante é a conquista dos três pontos.

Depois do triunfo (2-1) sobre o Besitkas, na Turquia, na quinta-feira, para a Liga Europa, Ricardo Sá Pinto não confirmou se este é o melhor momento da temporada para os minhotos, mas frisou que a equipa vem de quatro vitórias seguidas, "o que não acontecia há um ano".

"Queremos dar sequência a isso e, para este jogo, um dos objetivos, além dos três pontos, é não sofrer golos", adiantou o técnico.

A equipa tem sofrido golos em quase todos os jogos e, no campeonato, só por uma vez isso não aconteceu (1-0 ao Portimonense, na última ronda). Sá Pinto admitiu "não gostar" que isso aconteça, apesar de considerar que "o resultado é o mais importante".

"Muitos desses golos não foram grande mérito do adversário, foram situações pontuais do jogo, em 50% dos casos não pôs em causa o resultado, nem teve uma importância por aí além, um ou outro, sim, tirou-nos a possibilidade de ganhar, como em Setúbal, que foi uma grande injustiça", disse.

Questionado sobre se prefere ganhar 4-3 ou 1-0, respondeu: "Se pudesse escolher, era marcar muitos e não sofrer, mas não podendo quero é ganhar, o resultado é o mais importante. Gosto de um jogo de qualidade e ofensivo e quem o faz expõe-se sempre. A este nível, não conseguimos ser sempre exemplares e obter tudo o que queremos", disse.

O treinador disse esperar um Santa Clara a "jogar no erro" da sua equipa e a deslocar-se a Braga com o objetivo de "pontuar".

"Tem jogadores de qualidade, o Santana, o Schettine, o Lincoln, jogadores com criatividade, capacidade e talento. Temos que estar muito concentrados e equilibrados para não permitir oportunidades de golo", disse.

Sá Pinto lembrou que o Santa Clara "sofre poucos golos, quatro, e faz também poucos, também quatro, só perdeu duas vezes, com o Famalicão e FC Porto, e é uma equipa difícil".

Ricardo Horta tem-se destacado nos minhotos, sendo o seu melhor marcador, com oito golos, seis dos quais na Liga Europa.

"Tem apresentado um nível alto, é um atleta que, fisicamente, recupera bem de um jogo para o outro e está num grande momento. A seleção? É um assunto que não me diz respeito, mas ficava muito contente se ele fosse, é o auge da carreira, do meu ponto de vista, foi assim comigo, representar o nosso país é sempre extraordinário e marca-nos para sempre", disse.

Ricardo Sá Pinto considerou ainda que Benfica e FC Porto são os dois principais candidatos ao título.

"Claro que há uma grande diferença em termos de plantel, investimento e objetivos [para as outras equipas]. São os dois candidatos ao título e candidatos a vencer as competições em que estão envolvidos. Estão a um nível diferente da maior parte das equipas e temos que aceitar isso com naturalidade", disse.

Para o jogo de segunda-feira, Fransérgio recuperou e está apto, ao contrário de Hassan, ainda tocado.

Sporting de Braga, 12.º classificado, com oito pontos, e Santa Clara, nono, com 11, defrontam-se a partir das 20:15 de segunda-feira, no Estádio Municipal de Braga.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.