Açoriano Oriental
Dakar2020
Ricky Brabec dá vitória à Honda de Ruben Faria nas motas

O norte-americano Ricky Brabec (Honda) conquistou pela primeira vez a vitória nas motos no Rali Dakar de todo-o-terreno, interrompendo um domínio de pilotos da KTM que vinha desde 2001.

article.title

Foto: EPA/ANDRE PAIN
Autor: Lusa/AO Online

Brabec, que venceu duas das 12 etapas da 42.ª edição, que hoje terminou em Qiddiya, na Arábia Saudita, foi segundo classificado na especial de hoje, a 53 segundos do chileno Jose Ignacio Cornejo (Honda), resultado suficiente para garantir a vitória final.

O piloto da equipa Honda, gerida pelos portugueses Ruben Faria e Hélder Rodrigues, gastou 40:02.36 horas para cumprir os cerca de cinco mil quilómetros cronometrados em 12 etapas, deixando o chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna), segundo, a 16.26 minutos de distância.

O australiano Toby Price (KTM) foi o terceiro, a 24.06 minutos do vencedor, garantindo um pódio para a KTM, que não perdia desde a vitória do francês Richard Sainct, com a BMW, em 2000.

Esta é a sexta vitória da Honda na prova, primeira de um norte-americano, e a primeira desde 1989, há 31 anos.

Os franceses Ciryl Neveu (1982, 1986, 1987), Edi Orioli (1988) e Gilles Lalay (1989) foram os anteriores vencedores com a marca da asa dourada.

A Honda esteve afastada da competição 23 anos, regressando em 2013 com pilotos como Paulo Gonçalves e Hélder Rodrigues. Desde esse ano, conseguiu chegar por duas vezes à segunda posição, pelo malogrado Paulo Gonçalves (2015) e o argentino Kevin Benavides (2018).

A edição de 2020 ficou marcada pelo acidente mortal que vitimou o piloto português Paulo Gonçalves na sétima etapa.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.