Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO   Nacional   21 de Out de 2008, 06:29

O aumento em 50 por cento das deduções dos juros da casa no IRS e alegadas perdas de mais de 200 milhões de euros da Segurança Social devido à crise são temas hoje em destaque na imprensa lisboeta.

Na primeira página, o Público adianta “Segurança Social já terá perdido 200 milhões de euros com a crise”.

    De acordo com o jornal, a carteira de investimentos da Segurança Social perdeu, pelo menos, cerca de 200 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano em resultado da crise financeira internacional.

    O matutino revela ainda que os bancos portugueses têm acesso a partir de hoje às garantias do Estado.

    O Público puxa ainda para a capa os títulos “Crise força Governo [inglês] a pagar obras olímpicas” e “Líder do PSD não exclui Santana [Lopes] da corrida à CML [Câmara Municipal de Lisboa]”.

    “Segurança Social perde 250 milhões na Bolsa” é a manchete do Correio da Manhã, referindo que o fundo vale 8,25 mil milhões de euros e foi penalizado por investir 21 por cento da carteira em acções.

    O Governo reconhece que a meta de 9 mil milhões para 2008 não deverá ser alcançada, acrescenta o CM.

    O matutino destaca ainda declarações da mulher que domingo matou o companheiro de 49 anos depois de mais uma violenta discussão familiar na rua do Arneiro, em Carcavelos.

    Ao jornal, a mulher disse que foi “obrigada a fazer filmes porno”.

    O Diário de Notícias avança na primeira página “Deduções dos juros da casa no IRS aumentam até 50 por cento”.

    O jornal diz que para quem ganha até 7.192 euros anuais - os dois primeiros escalões do imposto sobre salários e rendimentos (IRS) -, o Governo vai permitir o aumento em 50 por cento das deduções com juros pagos ao banco com crédito à habitação.

    O DN destaca na capa uma fotografia do Procurador-Geral da República, Pinto Monteiro, e de Alípio Ribeiro que segunda-feira tomou posse como inspector do Ministério Público.

    O antigo director nacional da Polícia Judiciária dirigiu na tomada de posse duras críticas àquela estrutura, acusando-a de não ser coesa e necessitar de direcção.

    O Jornal de Notícias chama à primeira página “Cadeias começam a tratar os ‘predadores’ sexuais”, adiantando que a terapia tem início no próximo mês com 20 voluntários de duas prisões do Norte.

    A prevenção, a desmontagem de desculpas e a consciencialização são os eixos do trabalho, refere ainda o JN.

    O diário faz ainda chamada de capa acompanhada por fotografia (que mostra o estado em que ficou veículo acidentado) de um acidente em Espanha que causou a morte a dois portugueses.

    O 24horas realça na capa “Miguel Sousa Tavares assaltado”, contando que a única cópia do seu novo livro foi levada pelos ladrões.

    O Jornal de Negócios destaca na primeira página uma entrevista ao secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Carlos Lobo, na qual diz ter sido “um grande esforço não agravar o IRS”, referindo-se à proposta de Orçamento do Estado para 2009.

    “Descida das taxas de juro anuncia fim da tempestade” e “Maiores bancos não utilizam, para já, garantia do Estado” são outros títulos do JdN.

    Por seu turno, o Diário Económico avança “Gestores querem mais apoios para as empresas”.

    O DE escreve que o Orçamento do Estado para 2009 deve dar mais apoios às médias e grandes empresas em vez de apoios às pequenas e microempresas.

    O económico destaca ainda que “Abono de família dos trabalhadores a recibo verde vai aumentar” e “CIP [Confederação da Indústria Portuguesa] quer novos estudos para as estradas”.

    O Diabo faz manchete com a frase do eurodeputado Carlos Coelho: “Estamos certos de que mais se irá saber nos próximos tempos”, referindo-se aos aviões da CIA que terão feito escala em Portugal.

    A jornada europeia do FC Porto, Sporting e Benfica está hoje em destaque nos matutinos desportivos, com especial realce para “dragões” e “leões”.

    “Czar leão à conquista da Ucrânia”, anuncia A Bola, referindo que o Sporting já está em Donetsk “com o talismã Izmailov”, jogador russo que surge na foto da capa a descer do avião.

    O jornal explica que “com o russo em campo os leões só não ganharam em Barcelona” e anuncia que o montenegrino Vukcevic ficou em Lisboa, por lesão.

    A Bola destaca ainda “Helton na bancada”, revelando que o treinador do FC Porto “toma decisão drástica” e deixa “Helton [guarda-redes titular] na bancada”, uma vez que o brasileiro não foi convocado para o jogo de hoje com o Dínamo de Kiev “por opção técnica”.

    O Jogo é o único a dedicar a capa ao Benfica, com imagem de Moreira, o guarda-redes suplente que domingo voltou à baliza dos “encarnados” para evitar o que foi considerado um escândalo no jogo com o Penafiel, anunciando “conheça os 5 segredos de Moreira para parar penáltis”.

    Na capa o jornal refere ainda que “Cardozo e Suazo atacam Hertha” de Berlim, adversário do Benfica na Taça UEFA, jogo que não contará com a participação de Pablo Aimar.

    Na capa surge ainda o treinador dos tricampeões portugueses, Jesualdo Ferreira, que ironiza sobre as previsões de eliminação da Liga dos Campeões: “O Sporting também nos ia degolar…”.

    O Record revela que o ex-defesa central do FC Porto Ricardo Costa admite o ingresso no Benfica, titulando “Dragão vermelho”.

    “Serei do Benfica por 24 horas… ou quem sabe mais tempo”, disse o jogador ao Record, a quem falou sobre as fraquezas do Hertha de Berlim.

    O jornal faz ainda um balanço dos três anos em que o presidente do Sporting, Filipe Soares Franco, trabalha com o técnico Paulo Bento, sublinhando a declaração do líder dos “leões”: “ainda falta ganhar o campeonato”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.