Açoriano Oriental
Putin anuncia dia de luto nacional pelas vítimas de queda de avião no Mar Negro
O Presidente russo, Vladimir Putin, anunciou hoje que segunda-feira será dia de luto nacional pelas vítimas do acidente com um avião militar que se despenhou no Mar Negro com 92 pessoas a bordo
article.title

Foto: EPA
Autor: LUSA/AO online

"Amanhã será decretado dia de luto nacional", disse Putin na televisão russa.

O chefe de Estado russo afirmou que será feita "uma investigação exaustiva" para apurar as causas do acidente e que "tudo será feito para apoiar os familiares das vítimas".

Pouco antes, o Ministério da Defesa da Rússia tinha indicado que, após várias horas de buscas, não foram encontrados sobreviventes.

"A zona da catástrofe com o Tu-154 foi determinada. Não há sinais de sobreviventes", declarou o porta-voz do exército russo, Igor Konachenkov, numa intervenção na televisão.

Os destroços do aparelho foram descobertos a 1,5 quilómetros da costa, a 70 metros de profundidade, de acordo com a mesma fonte.

As operações no local envolvem mais de 3.000 pessoas, 27 navios e embarcações, quatro helicópteros e 'drones', indicou Konachenkov, acrescentando que é esperado um reforço significativo da equipa de 37 mergulhadores que participa nas buscas.

Até agora, foram encontrados 10 corpos no local, precisou.

O aparelho Tu-154 partiu às 05:20 (02:20 em Lisboa) do aeroporto de Sochi, na costa do Mar Negro, e desapareceu dos radares poucos minutos após a descolagem. Tinha como destino a base russa de Hmeimim, perto da cidade síria de Latakia.

A bordo seguiam militares, nove jornalistas russos e 64 membros do Ensemble Alexandrov, coro e grupo de dança do exército russo, que ia participar nas festividades de Ano Novo na base aérea.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.