Açoriano Oriental
Covid-19
PSD/Açores exige a suspensão de todas as ligações aéreas com a região

O deputado do PSD/Açores à Assembleia da República Paulo Moniz defendeu este domingo a "suspensão" de "todas as ligações aéreas" entre a região e o exterior, na sequência da "escalada" do surto de Covid-19.

article.title

Foto: PSD/A
Autor: AO Online/ Lusa

"O registo do primeiro caso positivo da doença na Região Autónoma dos Açores torna inevitável a suspensão, que já devia estar em vigor, de todas as ligações aéreas entre os Açores e o exterior", insistiu o deputado, em declarações à Lusa, acrescentando que "quanto mais tarde essa medida for tomada, pior será para a nossa população".

A Autoridade de Saúde dos Açores anunciou na madrugada de hoje que foi detetado o primeiro caso de infeção pelo novo coronavírus numa mulher de 29 anos, residente na ilha Terceira, que terá estado em Amesterdão, na Holanda, e em Felgueiras, no continente português.

O deputado social-democrata eleito pelos Açores lembra que a suspensão dos voos "é uma decisão da exclusiva responsabilidade do Governo da República", que tem tardado em dar uma resposta afirmativa ao pedido feito pelo presidente do Governo Regional.

"Apelo, por isso, à intervenção imediata do senhor Presidente da República e que o senhor Primeiro-Ministro se sensibilize para a urgência desta decisão", afirmou Paulo Moniz, acrescentando que "a pandemia não espera pelas decisões dos responsáveis políticos nem se compadece com questões de competências constitucionais".

Na sua opinião, devem ser "salvaguardados", através da companhia aérea regional SATA, o regresso a casa, para quarentena obrigatória, dos residentes açorianos que estejam fora do arquipélago e que queiram regressar, mas, em relação aos restantes voos, deviam ser suspensos de imediato.

"Estou, por isso, ao lado do presidente do Governo Regional dos Açores nesta matéria", garantiu Paulo Moniz, lembrando que, nestas horas "não há partidos", o que é necessário é "conter a expansão da pandemia", o que inclui o confinamento obrigatório de toda a população do arquipélago.

Para o deputado, o Governo Regional dos Açores devia decretar, entretanto, a "redução imediata" do preço do gás doméstico, da eletricidade e da água, dado que, nas próximas semanas, se prevê um aumento do consumo com a permanência de milhares de açorianos em suas casas.

Segundo dados hoje divulgados pelo diretor regional de Saúde, Tiago Lopes, existe nos Açores um caso confirmado de infeção pelo novo coronavírus e 14 casos suspeitos, de cidadãos residentes nas ilhas de São Miguel, Terceira, Pico e Faial.

O novo coronavírus responsável pela pandemia de Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 6.400 mortos em todo o mundo.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos de infeção confirmados para 245, mais 76 do que os registados no sábado.

Entre os casos identificados, 149 estão internados, dos quais 18 em unidades de cuidados intensivos, e há duas pessoas recuperadas.

Lisboa e Vale do Tejo é agora a região que regista o maior número de casos confirmados (116), seguida da região Norte (103) e das regiões Centro e do Algarve (10). Há um caso nos Açores e cinco no estrangeiro.

O boletim epidemiológico assinala também que, desde o início da epidemia, a DGS registou 2.271 casos suspeitos e mantém 4.592 contactos em vigilância, menos do que no sábado (5.011).


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.