Açoriano Oriental
Covid-19
Portugal com mais 78 mortos e 5.839 novos casos em 24 horas

Portugal regista, esta quinta-feira, mais 78 mortos relacionados com a covid-19 e 5.839 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Portugal com mais 78 mortos e 5.839 novos casos em 24 horas

Autor: Lusa/AO Online

Este é o segundo pior registo de mortos com covid-19 e de novos casos de infeção em 24 horas, desde o início da pandemia, em março.

No total, segundo os dados da DGS, Portugal já registou 3.181 mortes e 198.011 casos de infeção pelo novo coronavírus, estando hoje ativos 81.141 casos, mais 2.425 do que na quarta-feira.

Das 78 mortes contabilizadas nas últimas 24 horas, 45 ocorreram na região Norte, 25 na região de Lisboa e Vale do Tejo, seis na região Centro e duas no Alentejo.

O boletim indica ainda que estão internadas em enfermaria mais nove pessoas, num total de 2.794, e menos oito nas unidades de cuidados intensivos, perfazendo 383 doentes.

As autoridades de saúde têm em vigilância 89.675 contactos, mais 568 do que na quarta-feira.

Foram considerados recuperados, nas últimas 24 horas, mais 3.336 doentes, num total de 113.689, desde o início da pandemia.

A região Norte continua a ser a que regista o maior número de novos casos, com mais 3.567 nas últimas 24 horas, com um total de 97.624, e soma agora 1.459 mortos, desde o início da pandemia.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 1.345 novos casos de infeção, contabilizando-se agora 73.281 casos e 1.206 mortes com covid-19.

Na região Centro registaram-se mais 749 casos de infeção, contabilizando 18.508 casos no total e 395 mortos.

No Alentejo foram registados mais 56 novas infeções, totalizando 3.741 casos e 73 mortos.

A região do Algarve tem hoje notificados mais 77 casos de infeção, somando agora 3.715 casos e 31 mortos.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.