Itália

Mais de 650 clandestinos chegam à ilha de Lampedusa


 

Lusa/AOonline   Internacional   16 de Out de 2008, 12:03

A ilha italiana de Lampedusa, ao largo da Sicília (sul de Itália), registou a chegada em poucas horas de mais de 650 clandestinos a bordo de três embarcações, anunciou a guarda costeira italiana.
Uma corveta da marinha italiana recolheu 239 pessoas, das quais 51 mulheres e quatro crianças, a 25 quilómetros a sul da ilha.

    Outro barco patrulha socorreu 132 imigrantes ilegais (49 mulheres incluídas) que seguiam à deriva num barco pneumático a 15 quilómetros da costa.

    Por último, cerca de 300 imigrantes que tinham ganho significante terreno pelos seus próprios meios, foram interceptados e transferidos para o centro de primeiro acolhimento de Lampedusa. Aguardam agora transferência para a Itália continental.

    A última grande vaga de desembarque na ilha registou-se a 07 de Outubro último com a chegada de mais de 800 pessoas em menos de 24 horas.

    Lampedusa está localizada perto da costa da Líbia.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.