Galp assina contrato concessão do terminal do Porto de Sines


 

Lusa / AO online   Economia   23 de Nov de 2007, 11:25

A Galp Energia e a Administração do Porto de Sines assinaram o contrato de concessão do terminal de granéis líquidos do Porto de Sines por um período de 30 anos no valor 51,1 milhões de euros, anunciou a empresa.
Com esta concessão, a Galp Energia passa a operar o maior terminal de granéis líquidos do país que o ano passado recebeu 803 navios em operação comercial e movimentou cerca de 17,5 milhões de toneladas de carga, constituindo-se como a principal porta de entrada e saída nacional de produtos petrolíferos.

O Porto de Sines refere que a Galp Energia ofereceu 51,1 milhões de euros pelos bens, equipamentos e sistemas da concessão e 7,5 milhões de euros de renda anual.

O terminal tem seis postos de acostagem e fundos naturais até 28 metros, com capacidade para receber navios de porte até 350 mil toneladas e para movimentação simultânea de diferentes produtos (crude, refinados, gases liquefeitos e outros granéis líquidos).

Com a atribuição desta concessão, a Administrado do Porto de Lisboa concretiza um dos principais objectivos do seu plano estratégico e dá cumprimento às orientações estratégicas do Governo para o Sector Marítimo-Portuário.

A concretização deste contrato fica sujeita à aprovação das autoridades competentes.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.