Açoriano Oriental
Covid-19
França soma segundo pior dia com mais 25.086 casos nas últimas 24 horas

França registou nas últimas 24 horas 25.086 novas infeções por covid-19, o segundo registo diário mais elevado após os 30.621 casos assinalados na quinta-feira, o que eleva o total de casos confirmados para 834.770.

França soma segundo pior dia com mais 25.086 casos nas últimas 24 horas

Autor: AO Online/ Lusa

Segundo as autoridades de saúde francesas, registaram-se também nas últimas 24 horas 122 mortes, elevando o total para 33.303 desde o início da pandemia naquele país.

O número de novas hospitalizações nos últimos sete dias aumentou 6.906, sendo que 1.204 destes doentes estão nos cuidados intensivos.

O índice de positivos nos testes de diagnóstico situa-se hoje nos 12,9%, após os 12,6% registados na quinta-feira.

O total de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus em França desde o início da pandemia é agora de 834.770.

O agravamento dos números levou o Governo francês a decidir, em 14 de outubro, um recolher obrigatório na região de Paris e em outras oito áreas metropolitanas do país, que entrará em vigor às 00:00 de sábado e se estenderá durante um período mínimo de quatro semanas.

O Governo proibiu ainda a celebração de festas privadas em todo o país e a aplicação de protocolos de segurança sanitária em todos os restaurantes, medida que até agora era apenas imposta para os estabelecimentos nas zonas de alerta máximo.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e noventa e nove mil mortos e quase 39 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Na Europa, o maior número de vítimas mortais regista-se no Reino Unido (43.429 mortos, mais de 689 mil casos), seguindo-se Itália (36.427 mortos, mais de 391 mil casos), Espanha (33.775 mortos, mais de 936 mil casos) e França (33.303 mortos, mais de 834 mil casos).


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.