Açoriano Oriental
Festival Azores Fringe apresentado na Austrália

O diretor artístico da MiratecArts e fundador do Azores Fringe Festival, Terry Costa, encontra-se na Austrália no congresso de festivais de arte Fringe - o movimento internacional de artistas, altura em que apresentou o festival açoriano e os seus pontos únicos a uma audiência de centenas de produtores e artistas de vários países.


Foto: Direitos Reservados
Autor: Susete Rodrigues/AO Online

Citado em nota de imprensa, Terry Costa refere que "o festival nos Açores está muito bem posicionado e teve um impulso de interesse internacional depois de ter recebido o prémio de festival mais remoto no mundo em 2017, nesta rede de mais de 300 festivais. O Azores Fringe é falado de uma forma muito querida e abraçado por todo o mundo. As pessoas continuam curiosas como fazemos um festival deste tipo no meio do oceano e em várias ilhas, e isso faz com que pesquisem quem somos, nossa cultura, nossas estruturas, e o que temos a oferecer à indústria criativa", acrescentando que "é uma promoção inigualável e muito frutífera em termos de potencial turístico num mercado que ainda é pequeno na nossa região: o cultural artístico que, passo a passo, vai crescendo e vai vincando como um motor de desenvolvimento económico dos Açores".

A oitava edição do Azores Fringe arranca no último fim de semana de maio, dedicada ao mundo da escrita, e encerra no último fim de semana de junho com "Juventude Fringe".

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.