Sociedade

Criança assistida no hospital após contacto com "caravela portuguesa"


 

Lusa/AO online   Nacional   1 de Set de 2008, 17:10

Uma criança de seis anos foi esta segunda-feira assistida no Centro Hospitalar de Torres Vedras com uma lesão na pele após ter contactado com uma “caravela portuguesa”, uma espécie de alforreca que pode ser perigosa, numa praia de Santa Cruz.
Segundo informou à Lusa fonte do Centro Hospitalar, a criança deu entrada no hospital ao início da tarde com uma lesão na pele mas já teve alta.

    O capitão do Porto de Peniche, Guerreiro Cardoso informou que a criança terá estado em contacto com a caravela portuguesa na praia da Mexilhoeira - situada entre as praias de Santa Rita e do Navio, na zona de Santa Cruz.

    “As pessoas devem manter a vigilância às crianças e não mexer nestes espécimes. Quando detectarem alguma caravela portuguesa devem chamar os nadadores-salvadores”, aconselhou o capitão do Porto.

    Há uma semana duas crianças em Peniche também foram “atacadas” pela mesma espécie de alforreca e tiveram que receber assistência hospitalar.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.