Banca

Crédito malparado aumentou em Julho entre particulares e empresas

Crédito malparado aumentou em Julho entre particulares e empresas

 

Lusa/AO online   Economia   5 de Set de 2011, 22:03

O crédito considerado de cobrança duvidosa aumentou em Julho, com o malparado a subir 3,9 por cento entre as empresas e 1,4 por cento no caso dos particulares, segundo o Banco de Portugal.
Ao contrário do que aconteceu em Junho, quando as cobranças duvidosas das empresas recuaram para 5,78 mil milhões de euros, em Julho este valor subiu para 6 mil milhões de euros.

O mesmo aconteceu com as famílias, com os bancos a terem mais dificuldade em recuperar o dinheiro emprestado, sobretudo no crédito à habitação, onde o malparado passou de 1,99 para 2,02 mil milhões de euros (mais 1,6 por cento).

No total, o crédito de cobrança duvidosa entre particulares atingiu os 4,38 mil milhões de euros, mais 1,4 por cento do que os 4,32 mil milhões de euros registados no final de Junho.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.