Diplomacia

Congressistas contra encerramento do Consulado em Ponta Delgada


 

Lusa/AO online   Regional   22 de Set de 2011, 18:26

Um grupo de congressistas norte-americanos escreveu à Secretária de Estado Hillary Clinton para defender a necessidade de manter aberto o Consulado dos EUA nos Açores, considerando que o seu encerramento seria um “grave erro”.
O documento está datado de 16 de Setembro e apela a que Hillary Clinton, chefe da diplomacia norte-americana, “resista a recomendações que possa receber para encerrar o consulado”.

Os signatários da carta admitem que é necessário poupar nos custos e defendem “um esforço para encontrar possibilidades de redução de despesas”, mas alertam que o eventual encerramento do Consulado dos EUA nos Açores iria criar problemas a “centenas de milhar” de luso-americanos que os congressistas representam, para quem o consulado representa um importante papel na ligação a Portugal.

Nesta carta, recordam o elevado número de população luso-americana, em grande parte descendente de açorianos, que residem em estados como Massachusetts, Rhode Island, Connecticut e Califórnia.

A carta é assinada pelos congressistas Barney Frank, Dennis Cardoza, David Cicilline, Jim Costa, James Langevin e Stephen Lynch.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.