Colesterol elevado e vida sedentária são factores de risco


 

Lusa / AO online   Nacional   29 de Out de 2009, 10:58

No Dia Mundial do AVC, que se assinala esta quinta-feira, o presidente da Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral (SPAVC) salientou que esta doença é uma "catástrofe prevenível", sendo preciso "combater os factores de risco", como colesterol elevado e vida sedentária.
Castro Lopes disse, a propósito, à agência Lusa que numa sociedade moderna esta doença deixou de ser "dos velhos", pois atinge cada vez mais os novos.

Sendo apontada como a primeira causa de morte e de incapacidade em Portugal, a doença tem vindo também a atingir pessoas mais novas, devido a maus hábitos alimentares (como excesso de gordura na comida) ou ao caso das mulheres que fumam e tomam a pílula ao mesmo tempo, o que favorece a arteriosclerose, levando ao endurecimento e ao entupimento das artérias que levam o sangue ao cérebro.

Castro Lopes sublinhou, contudo, que a doença continua a estar "relacionada directamente" com o envelhecimento da população e que há que ter "todos os cuidados em se envelhecer saudavelmente", combatendo os "factores de risco", ou seja, tudo aquilo que pode levar ao entupimento das artérias.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.