Política

Cavaco Silva promete voltar a "terra de encanto"

Cavaco Silva promete voltar a "terra de encanto"

 

LUSA/AOnline   Regional   25 de Set de 2011, 14:25

O Presidente da República terminou ontem à noite uma visita de cinco dias ao arquipélago dos Açores, com passagem pelas cinco “ilhas da coesão” e São Miguel, prometendo regressar a uma “terra de encanto”.

“Até à próxima, porque levo sempre comigo saudades da terra e das gentes e hei-de voltar novamente a esta terra de encanto”, disse Aníbal Cavaco Silva, depois de ter assistido a um desfile de bandas filarmónicas em Ponta Delgada, a última iniciativa do programa da visita aos Açores, que se iniciou na terça-feira.

No último dia da visita aos Açores, que nos primeiros quatro dias foi inteiramente dedicado às chamadas “ilhas da coesão”, com Cavaco Silva a deslocar-se entre terça e sexta-feira às ilhas de Santa Maria, Graciosa, São Jorge, Flores e Corvo, o Presidente da República passou o dia em São Miguel, almoçando com autarcas da região autónoma e inaugurando à tarde o Centro de Estudo Natália Correia.

Em São Miguel e ao contrário do que aconteceu nos restantes dias da visita, Cavaco Silva não teve ao seu lado o presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, que aproveitou o dia para inaugurar um novo troço de estrada incluído no projeto SCUT da ilha.

Nessa inauguração, Carlos César não deixou de se referir à visita de Cavaco Silva, lamentando que o Presidente da República “não tivesse trazido na sua extensa comitiva alguns empresários que pudessem também ajudar e concorrer para o desenvolvimento”.

Carlos César voltou ainda a lamentar que o chefe de Estado não tenha tido oportunidade de "falar mais com as pessoas, apercebendo-se mais das aspirações”, nem “pudesse contactar as organizações empresariais e sindicais”, apesar de considerar que se tratou de uma visita “muito positiva”.

Entretanto, já depois destas declarações de Carlos César, fonte da Presidência da República esclareceu que o programa da visita foi elaborado em colaboração com o Governo Regional dos Açores.

Apesar de não ter acompanhado o Presidente da República nas iniciativas durante o dia de hoje, onde em parte do dia esteve presente a presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada e líder do PSD-Açores, Berta Cabral, o presidente do Governo Regional dos Açores e membros do executivo açoriano foram ao aeroporto despedir-se do chefe de Estado, que partiu em direção a Lisboa cerca das 21:30.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.