Açoriano Oriental
Casa Branca espera que republicanos terminem rapidamente com "o caos" na câmara baixa

A presidência norte-americana espera que os republicanos “se organizem e terminem com o caos” atual, para que a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos possa eleger um novo líder e continuar o trabalho.

Casa Branca espera que republicanos terminem rapidamente com "o caos" na câmara baixa

Autor: Lusa/AO Online

"Espero que ponham os seus assuntos em ordem e acabem com o caos para que possam eleger um presidente da sua escolha, para que possamos avançar e cuidar dos problemas do povo", sublinhou a porta-voz presidencial, Karine Jean-Pierre, na sua conferência de imprensa diária.

A sua intervenção ocorreu depois dos republicanos terem proposto Steve Scalise para liderar a Câmara dos Representantes (câmara baixa), em substituição de Kevin McCarthy, que foi destituído em 03 de outubro após uma moção contra apresentada pelo conservador Matt Gaetz, da ala mais radical do mesmo partido.

Scalise deve agora superar a votação de toda a câmara, onde os republicanos têm 221 cadeiras e os democratas 212.

Jean-Pierre sublinhou que a Casa Branca não pretende interferir no processo: “Não fazemos parte, não vamos comentar”, sublinhou.

A porta-voz da Casa Branca frisou que, embora os democratas não tenham de votar neste candidato, pretendem que “o caos" acabe para que se possa seguir em frente.

Também hoje, o Presidente Joe Biden anunciou novas medidas de sua administração para acabar com as comissões sobre lixo em diversos setores, incluindo hotelaria, entretenimento e bancário.

“O Presidente está a fazer tudo isto enquanto esperamos que [os republicanos] façam o seu trabalho em ordem”, acrescentou Jean-Pierre.

Os republicanos do Congresso dos EUA nomearam hoje Steve Scalise para líder da Câmara de Representantes, prometendo unir-se à sua volta para o conseguir eleger numa votação em plenário.

Numa votação privada no Capitólio, os republicanos afastaram Jim Jordan, presidente do Comité Judiciário, em favor de Scalise, que ficou conhecido depois de ter sobrevivido há alguns anos a um tiroteio em massa contra congressistas durante um treino de beisebol do Congresso.

Perante a forte probabilidade de os democratas se oporem ao nome de uma qualquer escolha republicana, os conservadores precisam dessa união para usar a sua maioria para impor um nome para o cargo.

Os dois principais candidatos a esse cargo - Steve Scalise, do estado de Louisiana, e o presidente do Comité Judiciário, Jim Jordan, do Ohio - dividiram a votação entre os Republicanos.

Após as dificuldades sentidas em janeiro na nomeação de McCarthy – escolhido apenas depois de 15 rondas de votação – para o cargo de ‘speaker’, esperava-se um clima de maior indecisão para a sua substituição.

Contudo, a votação interna entre os republicanos acabou por ser rápida e terminou com a promessa de união à volta do novo nome, para contrariar a oposição da minoria democrata.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados