Açoriano Oriental
Covid-19
Brasil regista mais de 363 mil casos e 22.600 mortes desde do início do surto

O Brasil registou, desde do início do surto, um total de 363.211 casos e 22.666 mortes provocadas pelo novo coronavírus, segundo dados atualizados pelo Ministério da Saúde do país.

Brasil regista mais de 363 mil casos e 22.600 mortes desde do início do surto

Autor: Lusa/AO Online

Nas últimas 24 horas foram confirmados 653 mortes e 15.183 mil novos casos de Covid-19 no país.

O órgão de saúde do Governo brasileiro frisou que existem 190.634 casos da doença em acompanhamento e que 149.911 pessoas infetadas já estão recuperadas, adiantando ainda que permanecem em investigação 3.544 óbitos cujas causas não estão determinadas.

O Brasil é o segundo país com maior número de casos da doença, segundo dados divulgados pela Universidade norte-americana Johns Hopkins, atrás apenas dos Estados Unidos, que regista já mais de 1,6 milhões de casos do novo coronavírus.

Na última sexta-feira, a Organização Mundial de Saúde (OMS) apontou que a América do Sul se tornou "outro epicentro" do novo cornavírus e citou o Brasil como o país da região que está a ser mais afetado.

Na manhã de domingo, o Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, participou de um ato de apoio ao seu Governo, em Brasília, no qual cumprimentou manifestantes sem máscara e promoveu aglomerações, contrariando as recomendações dos especialistas da área da saúde que determinaram que o contacto entre as pessoas é o principal forma de proliferação da Covid-19.

"Estou aqui em Brasília agora, numa demonstração espontânea do povo pela democracia e liberdade e procurando o Brasil siga adiante", disse Bolsonaro enquanto se dirigia aos manifestantes, em declarações gravadas num vídeo publicado em suas redes sociais.

Momentos antes de se reunir com seus apoiantes, o chefe de Estado brasileiro realizou um sobrevoo de helicóptero para observar uma caravana de veículos também convocada para apoiar seu Governo.

Também no domingo, o Supremo Tribunal Federal (STF), instância máxima da justiça do país, informou num comunicado que o seu presidente, o juiz Dias Toffoli, apresentou sintomas de Covid-19 e está internado.

"Toffoli foi hospitalizado no sábado, 23, para drenagem de um pequeno abcesso. A cirurgia transcorreu bem e na noite do mesmo dia, o juiz apresentou sinais respiratórios que sugeriram infeção pelo novo coronavírus, devendo permanecer internado para monitorização", lê-se no comunicado assinado por Marco Polo Dias Freitas, secretário de Saúde do STF.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.