Benfica com a pressão de vencer o Vitória de Setúbal para recuperar a liderança

Benfica com a pressão de vencer o Vitória de Setúbal para recuperar a liderança

 

Lusa/Ao online   Futebol   14 de Abr de 2019, 11:31

O Benfica procura este domingo na receção ao Vitória de Setúbal, para a 29.ª jornada, retomar a liderança da I Liga de futebol, entregue provisoriamente desde sábado ao rival FC Porto, que venceu por 3-0 o Portimonense.

Na reta final do campeonato, Benfica e FC Porto seguem numa luta ‘ombro a ombro’ pela conquista do título, mas como os campeões nacionais já jogaram e conquistaram os três pontos em disputa em Portimão, a pressão passou para o lado dos ‘encarnados’.

Para a receção ao Vitória de Setúbal, num jogo sem margem de erro, regressaram ao leque de opções do Benfica os jogadores André Almeida, Taarabt e Jonas, que falharam a receção ao Eintracht Frankfurt (4-2), para os quartos de final da Liga Europa.

O FC Porto reassumiu sábado a liderança da I Liga, com 72 pontos, mais três do que o Benfica, que se encontra na segunda posição, com 69. Em caso de igualdade pontual, a formação ‘encarnada’ tem vantagem sobre os ‘dragões’.

Mas, antes do jogo que encerra a jornada entre o Benfica e o Vitória de Setúbal, na Luz (20:00), o Sporting de Braga procura em casa frente ao Tondela (17:30), regressar aos triunfos, após ter perdido para o Sporting o terceiro lugar do pódio da I Liga.

O Vitória de Guimarães defronta o Rio Ave (15:00), em Vila do Conde, com os olhos postos na tabela classificativa e na possibilidade de encurtar distância para o Moreirense, quinto classificado, que empatou a 1-1 em casa do Santa Clara.

À mesma hora, 15:00, o Marítimo recebe o lanterna-vermelha e praticamente condenado à despromoção Feirense e um pouco depois, pelas 17:30, Boavista e Nacional defrontam-se no Bessa, numa partida entre duas equipas aflitas e com necessidade urgente de somar pontos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.