Açoriano Oriental
Apoio financeiro chegou a 417 estudantes açorianos deslocados

O Governo dos Açores apoiou financeiramente 417 jovens estudantes açorianos deslocados nos meses de abril, maio e junho, no âmbito da ajuda excecional criada durante a pandemia de covid-19, foi hoje anunciado.

Apoio financeiro chegou a 417 estudantes açorianos deslocados

Autor: LUSA/AO online

O executivo regional criou um apoio extraordinário aos estudantes açorianos que permaneceram fora da sua ilha de residência, apoiando as despesas de alojamento e alimentação.

Numa nota enviada às redações, o Governo Regional diz que "foram atribuídos apoios entre 100 e 250 euros mensais para despesas de alojamento e alimentação, entre os meses de abril e junho", definidos com base "no rendimento do agregado familiar e na perda de rendimentos das famílias devido à pandemia".

"A estes acresceram outros de âmbito social de que os estudantes usufruem", acrescenta o Governo dos Açores, informando que "terminado o período de vigência deste apoio extraordinário e estando normalizadas as ligações aéreas para a Região, a linha telefónica de apoio ao estudante deixa de funcionar", mantendo-se "em funcionamento" para esclarecimentos adicionais o email apoioestudantes@azores.gov.pt.

A Região mantém um total de 154 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença covid-19, verificando-se, atualmente, seis casos positivos ativos, sendo quatro na ilha de São Miguel, um na ilha Terceira e um na ilha das Flores.

Até agora, no arquipélago, 130 pessoas recuperaram, 16 morreram e duas regressaram a Portugal continental.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 544 mil mortos e infetou mais de 11,85 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.