Açoriano Oriental
Covid-19
Anthony Fauci diz que ritmo de vacinação acelerou nos EUA

O imunologista Anthony Fauci afirmou este domingo que os Estados Unidos aumentaram o ritmo de vacinação contra a covid-19 nos últimos dias após um início mais lento, elevando para 4 milhões o número dos que receberam vacinas.

Anthony Fauci diz que ritmo de vacinação acelerou nos EUA

Autor: AO Online/ Lusa

Fauci disse no programa "This Week" da ABC que a promessa do presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, de conseguir que sejam administradas 100 milhões de vacinas nos seus primeiros 100 dias no cargo pode ser alcançada.

Apesar de um aumento no ritmo de vacinação registado nos últimos dias, os Estados Unidos ficaram longe do objetivo da administração de vacinar cerca de 20 milhões de pessoas até ao fim de 2020.

Fauci rejeitou as afirmações do presidente cessante, Donald Trump, segundo as quais o número de vítimas da covid-19 nos Estados Unidos foi muito exagerado e disse que os "números são reais".

Atualmente, cerca de 4,2 milhões de pessoas receberam a primeira dose de uma das duas vacinas autorizadas no país (Pfizer e Moderna), segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC).

Em declarações à CNN, Jerome Adams, um dos responsáveis de saúde pública do país, indicou que "nas últimas 72 horas, foram administradas 1,5 milhões de primeiras doses (...), a um ritmo de 500.000 por dia".

"É muito mais do que no início", afirmou Fauci, afirmando que é possível chegar a um milhão de vacinas por dia.

Após a vacinação dos grupos prioritários, a população em geral pode começar a ser vacinada "no fim de março ou no início de abril", a um ritmo de pelo menos um milhão por dia, a imunidade coletiva pode ser alcançada "até ao fim do verão", considerou.

Os Estados Unidos são o país com mais mortes associadas à covid-19 (350.214) e também com mais casos de infeção confirmados (mais de 20,4 milhões).


PUB
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.